Suas Músicas em Todas as Plataformas Digitiais
Image default
Forró

Targino Gondim lança música em homenagem a Irmã Dulce

Batizada de Santa Dulce dos Pobres a mais recente canção de Targino Gondim é um homenagem à santa da Bahia. A canção fará parte do álbum Canções Divinas que recebeu uma carta de parabéns do Papa Francisco. A composição leva assinatura do sanfoneiro e de Roberto Malvezzi.

A música tem versos como “Teu nome é doce, Teu nome é Dulce, Teu nome é santo, É Serena alegria, Erguendo os caídos, Rezando por nós, Santa Dulce dos Pobres, Anjo Bom da Bahia!”. Toda a letra fala de como a santa ajudou a todos e seu amor pelos pobres.

“Minha família é muito católica. Cresci ouvindo as histórias bondosas de Irmã Dulce. Por isso, inspirado na obra dela e nas benfeitorias que ela fez para os que a cercaram, achei justo esta singela homenagem a nossa Dulce dos Pobres”, disse Gondim.

O CD conta também com cânticos religiosos católicos, além de quatro composições inéditas e traz mensagens de amor, paz, esperança e fé religiosa. “É prazeroso, vem da alma, levantar esses sentimentos para vida de um povo “, frisa o cantor.

O CD Canções Divinas reúne, em 16 faixas, interpretações de cânticos divinos dos maiores santuário brasileiros, como Nossa Senhora da Penha (RJ), Bom Jesus da Lapa (BA), Juazeiro do Norte do Padim Ciço (CE), Nossa Senhora Aparecida (SP) e Nossa Senhora da Grotas (Juazeiro- BA, sua terra).

O artista também “nordestinizou“ clássicos ligados à fé católica como Ave Maria Sertaneja  (com citação da Ave Maria de Gounod ), de Júlio Ricardo e Romaria, de Renato Teixeira. O trabalho inclui as composições Senhor Jesus e Clara, em parceria com Manuca Almeida (esta última, uma bela homenagem a uma das filhas da sua grande amiga Elba Ramalho) e O Papa Francisco, parceria com o poeta e radialista Wilson Duarte, o Zé Brocoió.

Com direção musical a arranjos de Targino Gondim e Tadeu Gouveia (guitarra em todas as faixas) o álbum tem o próprio artista tocando sanfona em todas as faixas, percussão, zabumba, baixo, bateria, arranjo de cordas, violino e violoncelo, da sua banda que o acompanha em turnês pelo país.

Targino Gondim contou na abertura com as afinadas vozes das Vicentinas de Juazeiro, incluindo a voz de sua mãe, D. Maria Gondim, que participa do grupo religioso. Para iluminar mais ainda, o sanfoneiro inspirou-se na guitarra baiana de Armandinho Macedo, dando um show à parte no lindo solo de sanfona  na faixa “Hino do Senhor do Bonfim“.

A fé sertaneja que motivou o cantor, compositor e sanfoneiro, Targino Gondim para gravar o CD “Canções Divinas”, também emocionou o Papa Francisco. Uma carta enviada pelo Vaticano, assinada por um assessor de Sua Santidade, parabeniza o artista pelo trabalho.

Fiquei muito emocionado com esta carta. Quando lancei o Canções Divinas justifiquei a canção em homenagem ao Papa Francisco e falei do seu olhar cuidadoso com o seu rebanho, seu gesto acolhedor e misericordioso, sua condução do Evangelho com leveza e vigor, sua simplicidade, seu amor pelos pobres, este reconhecimento só mostra que eu não estava errado”, revela Gondim.

SANTA DULCE DOS POBRES
(Targino Gondim/Roberto Malvezzi)
Teu nome é doce
Teu nome é Dulce
Teu nome é santo
É Serena alegria
Erguendo os caídos
Rezando por nós
Santa Dulce dos Pobres
Anjo Bom da Bahia!

Tanto ouví a Santa dizer
Tanto ouví o povo falar
Tanto ví a Santa fazer
A todo mundo ajudar…
Tudo o que a Santa ensinou
Tudo fez pra nos mostrar
Seu amor pelos pobres
É o Evangelho da vida!

Ela viu quem nunca foi visto
Cuidou de quem não foi cuidado
Toda a sua vida entregou
Por amor a Deus e aos irmãos…
Tudo o que ela viveu
Tantos pobres que ela ergueu
No meio da noite, na rua
É o Evangelho da vida!

Teu nome é doce (…).

#ToNaMidia #ToNaMidaLive #Coberturas #Entretenimento #Musica #Forro #SantaDulceDosPobres #TarginoGondim

Você também pode curtir

Carregando....