Search
Close this search box.

“Sempre fui uma menina livre” Luanna, fala sobre vivências e inspirações para novo álbum

Com uma carreira que mistura a música, a dança, a sensualidade e o poder feminino, Luanna vem conquistando seu espaço no cenário pop. Sendo uma mulher bissexual, tem como grande parte do seu público a comunidade LGBTQIAP+ e trabalha para que sua arte possa alcançar cada vez mais pessoas, seu novo álbum traz parcerias com grandes nomes da cena do Pop Queer, como Lia Clark e Chameleo.

A artista conta que desde novinha, já sabia sobre sua orientação sexual: “A primeira vez que dei um beijo em uma menina foi com 8 anos e eu sempre fui uma menina livre, tipo entrava em site de playboy na casa das amiguinhas e os pais iam falar com a minha mãe. Até que com 15 anos comecei a namorar umas meninas, e hoje vivo em um relacionamento aberto bissexual”.

Sua trajetória sempre foi cercada de pessoas da comunidade, que a inspiraram e se tornaram grandes referências do lado artístico e pessoal. Assim, hoje usa sua arte para apoiar a causa LGBTQIAP. “Eu cresci com várias yags do meu lado, e a forma que elus me inspiram e me vejo em todes é muito natural, sou dessa comunidade, pertenço e sobrevivo”, afirma.

Diante do atual cenário, a cantora acredita que ainda é preciso mudar muitas coisas para que os artistas que fazem parte ou falam sobre a comunidade possam ter mais espaço na indústria musical. +. “Luto para mudar um pouco desse conservadorismo cheio de hipocrisia que vivemos, onde todos querem fazer mas se escondem atrás de algo. Vem com coragem, vem ser você”, diz.

“Precisa furar a bolha, e sabemos que é um trabalho de longa e árdua caminhada, porque isso envolve a sociedade livre de preconceitos e pra isso acontecer são anos. Estamos no caminho, quebrando preconceitos e desmistificando a nossa arte! E isso vale muito!”, finaliza.

ASSISTA AQUI

I#ToNaMidia #CantoraLuanna

COMPARTILHE
SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Leita também

a) Cole no código-fonte do seu site, próximo à parte inferior, pouco antes, ex: da mesma forma que você insere o script/código do google analytics. b) Caso você esteja usando banners, você também precisa adicionar a tag: