DeLima Seguros
Image default
Sem categoria

Roberto Leal morre aos 67 anos

O cantor ficou conhecido por sucessos como ‘Bate o Pé’ e ‘Arrebita’

Roberto Leal morre aos 67 anos na madrugada deste domingo 15, em São Paulo, aos 67 anos. O Hospital Samaritano, onde o cantor estava internado, confirmou a morte nesta manhã. O artista ficou conhecido por sucessos como “Bate o Pé” e “Arrebita“.

Segundo Lu Barbosa, assessora de imprensa de Leal, a causa do falecimento foi uma síndrome de insuficiência hepato-renal, decorrente de um câncer. “Ele lutava contra um melanoma maligno há dois anos”, disse Barbosa. “A doença, infelizmente, evoluiu e atingiu o fígado, causando essa síndrome.” O cantor estava internado desde terça-feira, 10.

O velório do artista será aberto ao público e acontece na Casa de Portugal (Av. da Liberdade, 602), região central de São Paulo, na segunda-feira (16), das 7h às 14h.

O sepultamento ocorrerá às 15h, no Cemitério de Congonhas (Rua Ministro Álvaro de Sousa Lima, 101 – Vila Sofia.

O cantor deixa a mulher, Márcia Lúcia, e três filhos.

Carreira

Em 1971 obteve o seu primeiro grande sucesso com “Arrebita”, conhecida pelo seu refrão “Ai cachopa, se tu queres ser bonita, arrebita, arrebita, arrebita”, após aparição no programa Discoteca do Chacrinha. Logo após, começou a ganhar grande popularidade se apresentando em diversos programas de auditório no Brasil.

Em 1978 participou do filme Milagre – O Poder da Fé, que contou com participação especial de alguns nomes importantes como o apresentador Chacrinha, Elke Maravilha e a atriz Lolita Rodrigues.Lançado em 1979, o filme aborda a história de sua vida. Dirigido por Hércules Breseghelo, teve partes filmadas na cidade natal do cantor.

Além do repertório romântico-popular, seu trabalho também caracterizava-se por misturar ritmos lusitanos aos brasileiros, além de ter gravado em estilos tipicamente brasileiros como o forró. Quase todo seu repertório é composto de faixas de sua autoria e em parceria com a esposa Márcia Lúcia, com quem foi casado e tinha três filhos brasileiros, dentre eles o produtor musical Rodrigo Leal. A canção A Festa Ainda Pode Ser Bonita serviu de inspiração para a música Vira-Vira, sucesso da banda Mamonas Assassinas na década de 1990.

Além de cantor e compositor, Leal foi apresentador de programas na Rádio Capital de São Paulo na década de 1980, apresentador no canal português TVI e no Brasil, também tendo apresentado programas na TV Gazeta e Rede Vida.

Retornou ao Brasil em 1998 e, dois anos depois, lançou o disco “Roberto Leal canta Roberto Carlos”. Seguiu produzindo discos e coletâneas. O último, “Arrebenta a festa”, saiu em 2016.

Em 2018, foi candidato a deputado estadual de São Paulo pelo PTB, mas não conseguiu se eleger.

#ToNaMidia #ToNaMidaLive #Focars #ClubDaPicanha #Coberturas #Entretenimento #Musica #RobertoLeal

Você também pode curtir

Carregando....