DeLima Seguros
Image default
Axé

Rafael Barreto é o novo vocalista da banda Jammil

O Jammil vai contar uma nova história e o protagonista é o cantor baiano Rafael Barreto, de 34 anos, que assume os vocais da banda nesta quarta-feira, 5 de agosto. O grupo, que completa 25 anos em 2021, tem na sua essência revelar e formar artistas e é responsável por alguns dos maiores sucessos da Axé Music. “O Jammil está se renovando e Rafael vem para somar à nossa trajetória. Já estava atento às suas produções musicais e em um momento que o mundo está se reinventando a gente se reinventa também”, pontua Paulo Borges, empresário da banda. Rafael foi o vencedor do programa Ídolos em 2008 e, autodidata, além de cantar, compor, também é multi-instrumentista.

Rafael estava morando em Minas Gerais com a esposa Flávia e a filhinha Bella, de 1 ano e 6 meses, mas já se mudou para Salvador (BA), cidade onde nasceu e começou a carreira. “Comecei a gostar de música aos 12 anos com minha mãe, que me fazia dormir ao som de Michael Jackson, Stevie Wonder, Julio Iglesias, Luis Miguel. E desde criança acompanhava mainha nos ensaios do Olodum, ela era professora de Língua Portuguesa e Direitos Humanos na Escola Criativa Olodum e meu tio João Jorge, Presidente do Olodum”, conta Rafael, que chegou a tocar repinique (também chamado de repique) no Olodum Mirim. Com as raízes no samba reggae e influências da música mundial, o cantor montou na adolescência a Banda Alpha 3, junto com o irmão Edu Barreto e o amigo Klaus Seydel. Cantou em gincanas, no intervalo de diversos colégios da capital baiana, mas foi quando passou na primeira seletiva do programa Ídolos em 2008, que se viu realmente como cantor. “Fui passando etapa a etapa até chegar à final do programa. Venci, me mudei para São Paulo e comecei a rodar o Brasil para fazer divulgação do trabalho”, diz.

E nisso, Rafael continuou seu caminho na música. Depois do prêmio, fez shows em grandes cidades, mas também em barzinhos, pubs e casas noturnas. “No repertório tinha de tudo um pouco, mas uma coisa que não faltava era o ‘bloco’, com os sucessos da Axé Music”, pontua o artista. Além de São Paulo, Rafael também morou em Brasília, Rio de Janeiro, Espírito Santo e depois de um tempo, precisando se reencontrar decidiu voltar para Salvador. “Precisava acalmar a minha alma e nada melhor do que fazer isso em casa com minha família, isso foi em 2017. Estava morando fora da cidade desde que ganhei o Ídolos. E das brincadeiras de cantar em casa com meu irmão resolvemos voltar a cantar juntos”, conta.

Mas a dupla durou pouco e Rafael foi para Minas Gerais recomeçar novamente a carreira. Fez show em terras mineiras, cantando mais em formato “baile”, até surgir o convite para o Jammil. “Sempre estive atento para o mercado e novos talentos da música. Ouvi Rafael tocando através de amigos e fizemos o convite para ele ser a nova voz do Jammil. Estamos empolgados com esse novo momento”, conta Paulo Borges. “O Jammil sempre teve diversas influências musicais, do rock, do reggae, do pop, do samba reggae, mas principalmente da energia da Bahia. Sempre ouvi as músicas do grupo e estou feliz e empolgado para somar a essa história”, fala Rafael. O artista, além de dar sua roupagem para os sucessos do grupo, também já compôs três músicas, uma delas em parceria com Manno Goés, sócio da banda. Em breve os fãs do Jammil vão poder conferir as músicas novas nas redes sociais e plataformas de streaming. “A nova história do Jammil está só começando”, diz Rafael. No Instagram @bandajammil, os fãs acompanharam a nova comunicação visual da banda que foi feita pelo Grupo Taj Toy com artes de Mike Deodato.

Sobre o Jammil – A banda Jammil e Uma Noites surgiu no cenário da música brasileira em 1996 tendo na formação Manno Góes, Tuca Fernandes e Beto Espínola. Entre os sucessos, músicas como Mila, Praieiro, Minha Estrela, Chuva na Janela, e muitas outras. O grupo, no comando de Tuca, gravou sete Cd’s e três DVDs. Em 2011, Levi Lima assumiu os vocais do grupo e ficou até julho de 2020, nesse período gravou três CD’s e dois DVDs, e o grupo foi indicado ao Grammy Latino. Com músicas em trilhas sonoras de novemas, como Na Real (O outro lado do Paraíso), Sublime (Sol Nascente), Colorir Papel (Fina Estampa), Celebrar (Salve Jorge), Dançando na Garoa (Amor à vida), Mil Poemas (Alto Astral) e Você é Tudo (I Love Paraisópolis), o Jammil manteve o destaque no cenário da música nacional, com shows em todo o país.

 

#ToNaMidia #RafaelBarreto #BandaJammil

Você também pode curtir

Carregando....