TBTdoForroNoCasteloShowEmOSasco-10_ToNaMidia
TBTdoForroNoCasteloShowEmOSasco-10_ToNaMidia
previous arrow
next arrow

Por onde anda Larissa Riquelme, musa paraguaia da Copa do Mundo de 2010?

A Copa do Mundo deste ano deverá ser repleta de boas histórias. A começar pelas chances do Brasil de conquistar a competição, segundo comentaristas internacionais e de acordo com a avaliação dos sites de Apostas esportivas bonus. Vale lembrar que o Brasil estreia na Copa no dia 24 de novembro, às 16h (horário de Brasília), contra a Sérvia.

Fora das quatro linhas, toda Copa do Mundo guarda boas lembranças e sempre revela ótimos personagens. Um dos mais marcantes surgiu em 2010 e até hoje é sinônimo de irreverência, sensualidade, beleza e que carrega um pouco de sotaque brasileiro.

O ano era 2010 e a Copa foi disputada na África do Sul. Nas arquibancadas, uma mulher com seios avantajados e decote acentuado pulava em meio à torcida do Paraguai com o celular preso por seus seios.

As imagens que rodaram o mundo tornaram Larissa Riquelme umas das mulheres mais desejadas e cobiçadas do mundo. A musa paraguaia se tornou ícone daquela Copa, fama que lhe rendeu contratos publicitários, participações em reality shows e seguidores nas redes sociais.

Larissa Riquelme participou de programas de televisão e fez um ensaio nu para a revista Sexy, em 2012. Além disso, uma de suas participações mais veiculadas na TV brasileira aconteceu quando ela concedeu uma entrevista ao jornalista Jô Soares, na Globo, quando o apresentador ficou “hipnotizado” pela paraguaia.

Em 2019, Larissa Riquelme esteve no Brasil durante a Copa América. Na edição deste ano, por conta da pandemia e dos jogos sem torcida, a influenciadora digital permaneceu no Paraguai. A modelo é casada com o ex-jogador argentino Jonathan Fabbro, condenado por 14 anos de prisão após ter estuprado a própria afilhada.

Atualmente, ela é apresentadora de um programa na emissora paraguaia Tropicalia. Nas redes sociais, ela compartilha fotos ousadas e produtos promocionais das marcas para as quais realiza algum tipo de trabalho. Com 1.8 milhões de seguidores no Instagram, ela tem feito jobs para empresas de beleza e marcas de roupa íntima.

No ano passado, Larissa Riquelme reclamou publicamente de assédio sofrido no Instagram por mensagens que recebeu via direct. O seguidor ainda faz uma proposta indecente no final da mensagem: “Eu pago a você 3 milhões ou mais”.

Larissa repudiou o teor da mensagem, tentando ocultar a conta do assediador. “Tão pouca coisa pensam alguns homens… Na verdade, estes tipos de mensagens estúpidas se publicam!”, desabafou.

#ToNaMidia #ClaudeLopes #LarissaRiquelme

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Leita também