[adinserter block="1"]
Image default
Rap

“Morfeu” Rap acústico: Nova música de Álvaro Soares fala sobre não desistir dos sonhos

Começando a canção pedindo desculpa aos pais, que enxergam a música como perda de tempo, o cantor e compositor Álvaro Soares lança nesta quinta-feira, 26, a canção “Morfeu”. A música que é resultado de muita força de vontade e também é realidade de muitos artistas, chega em todas as plataformas digitais a partir das 0h.

Faça agora a pré-save: https://ps.onerpm.com/morfeu
A faixa, traz um pouco da história de Álvaro que além de artista, é um sonhador nato. “Morfeu fala exatamente sobre tudo que desejo alcançar, sobre minha luta diária em não desistir do que eu quero, de deixar de ouvir a opinião negativa dos outros e acreditar que para eu realizar meus sonhos, só depende de mim”, confessa o cantor.

O rap que chega em uma versão diferenciada, em um acústico, tem um significado muito forte no nome. “Morfeu é o Deus do sonho, e meu sonho é fazer com que as pessoas acreditem em si, no seu potencial e que apesar dos obstáculos da vida, desistir não é a opção para vencedores”, afirma Álvaro.

Composição do próprio artista, “Morfeu” é a terceira música da carreira de Álvaro Soares.

Mais sobre Álvaro 
Álvaro Soares, 20, é natural de Teresina – PI. O descobrimento pela arte da poesia e da escrita da vida real e sem filtros começou aos oito anos, na escola, quando a professora pediu aos alunos um texto sobre qualquer tema. Naquele momento, um artista estava nascendo, Álvaro escreveu sobre um pássaro preso em uma gaiola e a necessidade da liberdade e da tristeza que as grades causavam na ave.

Com a imaginação fluindo de forma intensa, os jogos de palavras que foram surgindo, pareciam uma composição musical que demonstrava uma profunda indignação. Desde então, o compositor começou a exercitar com frequência a arte da escrita.

Na adolescência, Álvaro conheceu o rap nacional social que o fez pensar e agir na vida de forma mais diferenciada. Vindo de uma família simples, uma zona pobre de Teresina, o compositor já entendia sobre preconceitos, falta de oportunidades e desigualdade, mas só com o rap Álvaro começou a identificar de forma mais íntima a crueldade que isso causava na sociedade e desde então, o cantor começou a trabalhar de forma ativa para um mundo mais justo, foi então que nasceu a primeira composição no gênero (rap), “Sociedade de bandido soltos, aos 18 anos.

Realizado pelo primeiro passo dado, em sequência, depois de muito trabalho lançou duas músicas “Lembranças” e “Antes do Mundo”, que foram essenciais para consagrar a carreira desse artista que traz consigo o dom da poesia e da música do berço.

#ToNaMidia #ClaudeLopes #Morfeu #RapAcustico #AlvaroSoares

Você também pode curtir

Carregando....