Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/tonamidi/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/tonamidi/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/tonamidi/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/tonamidi/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36
TÔ NA MÍDIA

“Meia Noite (Cê Tem Meu WhatsApp)” sucesso de Tarcísio do Acordeon é o hit mais ouvido do Brasil no Spotify


Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/tonamidi/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

É do forró cearense o primeiro lugar no pódio das músicas mais ouvidas no Brasil nos últimos dias no Spotify. O nome do dono da medalha de ouro pode ainda ser desconhecido para alguns, mas a voz forte e rouca que entoa o refrão “Cê tem meu WhatsApp e quando der vontade, se sentir saudade, se sentir carente ou lembrar da gente, me chama que eu vou” já não é anônima.

Há três dias consecutivos no TOP 1 do ranking mais disputado do Spotify com o hit “Meia Noite (Cê Tem Meu Whatsapp)”, Tarcísio do Acordeon é o cantor mais ouvido do Brasil pela classificação da plataforma, superando 850 mil streams diários. O forrozeiro também é um dos poucos artistas a aparecer em cinco músicas no TOP 200 do Spotify Brasil (1º – Meia Noite ‘Cê Tem Meu Whatsapp’, 31º – Nêga, 141º – Esquema Preferido [DJ Ivis feat. Tarcísio do Acordeon], 151º – Roxinho [Vítor Fernandes feat. Tarcísio do Acordeon] e 159º – Hoje Dói) e é capa da concorrida playlist “Top Brasil”.

Com o novo CD intitulado “Diferente dos Iguais”, Tarcísio do Acordeon entrou para o ranking mundial de melhores performances em álbuns de estreia, entre os dias 18 e 20 de dezembro de 2020, ficando ao lado de Paul McCartney e do brasileiro Xamã.  Em menos de uma semana, foram mais de sete milhões de plays e quase 400 mil downloads no Sua Música, sendo um dos discos que melhor performou no site, na semana de lançamento. Com “Diferente dos Iguais”, Tarcísio acumula milhões de visualizações também no YouTube e na Deezer.

Para muitas pessoas é difícil imaginar um artista se tornar uma grande revelação quando já tem muitos anos de estrada, mas em 2020 Tarcísio do Acordeon mostrou que a história pode ser diferente. Foi neste ano que este cearense de 27 anos, nascido na pequena cidade de Campos Sales, que iniciou a vida na música aos nove, explodiu e alcançou um enorme sucesso com seu projeto solo. Unindo algumas de suas 120 composições próprias com outros grandes sucessos, seus repertórios alcançaram números excepcionais no cenário musical.

Foi durante a pandemia que a chave virou para Tarcísio do Acordeon; resultado de um trabalho voltado principalmente para a internet devido à parada dos shows por conta da quarentena. No final de maio (2020) ele divulgou o CD ‘A Nova Cara Das Vaquejadas’ que foi o ponto de partida para uma nova história de sucesso. No Sua Música, por exemplo, foram mais de 35 milhões de plays no CD, que o colocou no Top 10 dos mais ouvidos na história da plataforma. No Spotify são cerca de 23 milhões de reproduções apenas na música Nêga. Já no Youtube, a música ultrapassa 50 milhões de visualizações.

“Nêga” foi um ponto de partida para vários outros sucessos como “Aprendi a Maltratar”, “Não Sou Perfeito” e “Obsessão”. ”Meia-Noite”, música de autoria de Zé Malhada, colocou Tarcísio do Acordeon no Top 1 das músicas mais tocadas no Spotify e na Deezer.

#ToNaMidia #ClaudeLopes  #TarcisioDoAcordeon  #MeiaNoiteCeTemMeuWhatsApp

 

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Leita também