Search
Close this search box.

Marcos Eiras inicia a linha do tempo da black music brasileira com o single “Offline”

Marcando o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial, instituído pela ONU e comemorado neste 21 de março, o cantor e compositor carioca Marcos Eiras dá sequência à sua carreira fonográfica com o lançamento do single “Offline“, o pontapé inicial do seu próximo álbum, “Outra Onda”, a ser lançado em breve. “Offline”, que tem a participação especial de Nino Rapper e produção musical de Filiph Neo, compartilha do conceito do disco: traçar a linha do tempo da black music brasileira, indo das obras produzidas entre os anos 1970 aos dias atuais, com inspiração de artistas como Tim Maia, Sandra de Sá, Cassiano e outros.

No caso de “Offline”, já disponível nos streamings e em clipe no Youtube, Marcos Eiras mira a sonoridade da música preta brasileira datada do fim dos anos 1990 ao início de 2000. Não à toa, tem a introdução do rap, gênero musical definido por Marcos como de muita importância para a música negra nas últimas décadas. Ainda, “Offline” é, em certa medida, uma analogia a “Ela Partiu”, canção de Tim Maia, que, aqui, tem outro significado. Explico a seguir.

A letra de “Offline” faz jus ao seu próprio título. Nela, uma personagem decide desligar-se do mundo virtual, com a intenção de viver a realidade além das telas. Aí que entra a analogia de “Ela Partiu”, porque a personagem “partiu e nunca mais voltou” para a incessante vida digital. Por trás desta história inspiradora, está o pensamento de Marcos Eiras a respeito do assunto. Em entrevista à Revista Arte Brasileira, o artista enfatizou sua insatisfação quanto às horas diárias que dedicamos ao cotidiano digital e quanto aos problemas derivados dessa realidade online.

O conteúdo de “Offline” é intensificado com o clipe, onde a atriz Miriã Assis, que também tem uma história de superação, encena a protagonista da letra. Entre olhares profundos e uma produção audiovisual poética, Marcos Eiras participa como cantor e efeitos digitais aparecem nas imagens, com cada peça dialogando entre si. O roteiro assinado pelo próprio artista e dirigido por também por Marcos com Choco é construído com imagens onde a protagonista realizava fotos e postagens, mas que, depois, ela aparece vivendo os momentos naqueles mesmos lugares, desligada do digital. “Ela tá indo para viver a vida real, é essa a questão”, conclui Marcos.

Sobre o artista
Carioca vivendo em São Paulo, Marcos Eiras é cantor, compositor e designer de formação, e um apaixonado por diversas formas de arte, como poesia e cinema, tendo atuado também como ilustrador para artistas diversos, desenvolvendo artes e capas de discos. Musicalmente autodidata, iniciou seus estudos em violão, tendo o jazz e a bossa nova como base inicial, dois gêneros que depois marcariam sua estreia fonográfica, quando lançou o EP “Entre Outras Coisas” em 2016, disponível em todas as plataformas de streaming.

Marcos Eiras também assume uma personalidade artística voltada ao black music e as temáticas que dela derivam, tendência explícita em seu novo álbum autoral, “Outra Onda”, onde traça uma linha do tempo da Música Preta Brasileira dos anos 1970 aos dias atuais, com influências de artistas como Tim Maia, Cassiano e Sandra de Sá.

Tanto “Entre Outras Coisas” quanto “Outra Onda” reforçam as temáticas das suas músicas, sempre com olhar poético e detalhado, com variedades de assuntos, que vão desde temas amorosos às situações do dia a dia.

#ToNaMidia #ClaudeLopes #MarcosEiras #MarcosEirasOffline #NinoRapper

COMPARTILHE
SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Leita também

a) Cole no código-fonte do seu site, próximo à parte inferior, pouco antes, ex: da mesma forma que você insere o script/código do google analytics. b) Caso você esteja usando banners, você também precisa adicionar a tag: