Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/tonamidi/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/tonamidi/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/tonamidi/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/tonamidi/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36
TÔ NA MÍDIA

Kondzilla aposta no gênero ‘Sad Songs’ e lança ‘Vinci Corsi’ com o clipe “Este ar é meu”


Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/tonamidi/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Há poucos fomos surpreendidos com o lançamento do single “Este Ar É Meu” em um dos maiores canais de música do país, a Kondzilla, que originalmente se destinava apenas ao Funk. A composição e o estilo do single, no entanto, diverge de tudo antes visto por aqui; trata-se de um novo gênero musical apelidado de Sad Songs, muito popular nos Estados Unidos, e que já ganha espaço no cenário nacional.

O gênero, que nasceu da fusão do Emo Rap e Neo soul, conquistou até mesmo o Grammy de melhor álbum em 2020, com Billie Eilish, e o primeiro lugar das músicas mais ouvidas em 2021 pela Billboard, com Drivers License de Olivia Rodrigo.

No Brasil, os cantores do seguimento cada vez galgam mais espaços, como o caso do cantor Jão, que conquistou o prêmio de revelação do ano em 2018 pela MTV Millennial Awards, e Vinci Corsi, o primeiro do gênero a lançar um videoclipe em um grande portal de música, como a Kondzilla.

Mas quem é Vinci Corsi?
Marcos Vinicius Ferreira, conhecido profissionalmente como Vinci Corsi, iniciou sua carreira em 2018 inspirado no gênero Sad Songs, muito tocado em Londres, cidade na qual o cantor vivia até então. Ciente de que se tratava de um gênero ainda sem campo no Brasil, desenvolveu trabalho de estudo para expandir as Sad Songs no país. Filiou-se primeiramente ao produtor The Fox e com ele produziu um álbum de nove faixas qual seria lançado apenas em 2020, de codinome Elementum.

Organizou-se e aos poucos ganhou espaço no meio, com parcerias com canais de Sad Songs, como a Sadstudio, Happy and Sad Songs e Sadnation acumulando, no final de 2020, mais de 200.000 streams em seu álbum nas plataformas digitais, e quase 5 milhões de visualizações em seus vídeos.

A boa repercussão de Elementum, garantiu a Vinci canais verificados no Spotify e no Youtube, além de um contrato de distribuição com a DMusic, mesma agenciadora de outro cantor do seguimento das sad songs no país, Konai, hoje com milhões de inscritos em seu canal.

As oportunidades para Vinci Corsi aos poucos aumentaram, e daí surgiu a colaboração com o canal Kondzilla.

Ao lançar “Este Ar É Meu” em um canal de tanta proeminência, Vinci conseguiu finalmente representar seu gênero em uma escala maior do mainstream, abrindo espaço com as próprias mãos para o gênero musical que apoia e deseja ver crescer, sendo uma das grandes promessas do gênero no cenário musical brasileiro.

#ToNaMidia #ClaudeLopes #VinciCorsi #EsteArEMeu #KondZilla #SadSongs #EmoRap #NeoSoul #SomosPlural

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Leita também