‘Judeu Marginal’ Rock Gospel com defeito de fábrica e sem garantia

Acaba de surgir “do nada” uma banda com vocal feminino (sem melisma e sem falsete) chamada Judeu Marginal. Só pelo nome, percebe-se a fuga do clichê que assombra o segmento há anos.

A crítica especializada e figurões como Luciano Manga (um dos fundadores do G3), Guilherme Morgado da banda Catedral, Fábio Sampaio da Tanlan e vários outros já ouviram em primeira mão o single de estreia e foram praticamente unânimes: “uma banda para prestar atenção”.

Mas calma!  Ainda não é hora de sair correndo para a sua plataforma de streaming preferida atrás dos caras (ou melhor, dos caras e da mina). O single “A lista” só chega às plataformas no dia 14 (janeiro). No momento, o que dá pra se fazer é ir até o perfil do bando no instagram (@judeumarginal) e clicar no link da bio para fazer o pre-save.

“A lista”, cujo tema é praticamente um sapo para engolir, foi gravado no estilo Billie Eilish e contou com lapidação luxuosa de Jorge Guerreiro, engenheiro de áudio nos álbuns Agridoce, Sete Vidas e Matriz da senhorita Pitty.

Judeu Marginal é formada por Letícia Moraes – voz, EJ – guitarra e Sergio Verine – bateria.

#ToNaMidia #ClaudeLopes #JudeuMarginal #LeticiaMoraes #EJ #SergioVerine #FabioSampaioDaTanlan

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Leita também