Focar's Financiamento
Image default
Empreendorismo

Empresário artístico João Mendes tem o maior número de impressões digitais do mundo

Há pouco mais de 500 anos, navegar era o verbo da vez. Se para conquistar o mundo, aventureiros e corajosos exploraram o mar porque navegar era preciso para haver a conexão entre os continentes, hoje, navegar continua sendo o verbo da vez para que as pessoas se conectem. A tecnologia tem sido a nossa maior aliada para essa proximidade, neste momento de isolamento social, onde pessoas estão em casa. Pensando assim, o empresário João Mendes decidiu criar um projeto para que as pessoas – em especial as das classes C, D e E possam virar empreendedores digitais e enfrentar da melhor maneira esta crise que tem assolado o mundo em meio ao combate ao COVID19.

Se parar para pensar, todos os meios e muitas empresas se voltaram para o digital. “Daqui para frente irá existir dois tipos de trabalhadores: os que entendem que o digital não é mais uma opção, comunica bem o que faz e atinge os clientes que realmente precisam do seu trabalho. E os conservadores, que irão tentar continuar da mesma forma, se esforçando muito mais que o normal é com uma queda considerável dia a dia, como foi na era das Lan Houses, Locadoras de filmes, revelação fotográficas entre outros negócios que estavam com dias contados no meio tradicional e muitos insistiram até falir. O ser humano não muda o consumo e, sim, a forma de consumir e cada vez mais o maior amigo do homem é o Google e os grupos digitais. Quem não está no digital, não está bem no presente e não estará no futuro”, explica ele.

Com o projeto do curso e plataforma digital, que em breve serão apresentados, o objetivo é despertar nos profissionais (pintor, maquiador, manicure, cabeleireiro, costureira, só para citar alguns) o seu lado empreendedor. Fazer com que eles possam aprender e desenvolver uma ferramenta para trabalhar o seu talento, criando a sua marca, vendendo o seu produto e superando a crise. “Não há mais vagas para todos, mas o que chega primeiro tem a chance de escolher aonde quer estacionar”, analisa João Mendes.

O empresário de 29 anos, que está no mercado há mais de uma década, é responsável por ter lançado a turnê e gerenciado canais nas mídias digitais de nomes como Whinderson Nunes, Tirulipa, Lucas Neto, Carlinhos Maia, Matheus Ceará, GKay, Gustavo Mendes, fora outros 22 nomes que figuram entre os dez maiores do Brasil, sendo que sete desses estão no seu portfólio de sucesso.

Já notou o quanto dependente você é de um artista? Afinal, tudo o que temos consumido nestes últimos dias é arte, dos livros às – digamos tão incessantes – lives. Mas quem são as mentes pensantes que impulsionam e acreditam nestas pessoas para que elas cheguem até nós?

De infância simples no interior de Minas Gerais, João Mendes é uma dessas mentes. Antes mesmo de completar trinta anos, ele se tornou um dos mais conhecidos empresários brasileiros do mundo digital. Sempre com a característica de criar do zero as suas empresas, deixando o rastro de seu espírito empreendedor e agregador, seus trabalhos já renderam mais de 50 bilhões de impressões, sendo o empreendedor com o maior alcance digital do mundo, acumulando milhões de reais.

Para definir essa caminhada meteórica e consistente no mundo empresarial, ele se denomina, humildemente, um “Impulsionador”. E explica: “Impulsiono talentos, educação e, sobretudo, sonhos. Impulsiono tudo que acredito ser bom para a humanidade. A minha habilidade é fazer com que coisas muito boas cheguem a milhões de pessoas. ”.

As medidas restritivas de circulação impostas para conter o avanço da Covid-19 têm aumentado a demanda por soluções inteligentes que buscam suprir a necessidade de informação, conteúdo e entretenimento.

O uso da tecnologia se tornou parte integral da maioria das pessoas hoje em dia. Em meio à crise, de uma forma ou outra, todos estão buscando recursos avançados para executar tarefas de forma mais rápida, eficiente, segura e sem sair de casa.

O resultado é que este avanço contínuo transformou por completo a maneira como as pessoas fazem negócios e se entretêm. Sendo assim, qual será o nosso futuro? Que o mercado digital já era uma realidade na vida dos internautas, isso sabemos, mas como os empresários artísticos enxergam este crescimento? Quais as estratégias estão sendo traçadas por trás das lives e conteúdo que consumimos?

“O excesso de lives tem sido o sintoma mais latente de que não estão sabendo lidar com a ferramenta. É preciso focar não só no seu público, mas no conteúdo que vc precisa criar para conquistar audiência e vender o seu produto, seja música, sua marca, seu estilo ou, simplesmente o seu jeito de analisar o comportamento de uma sociedade tomada pelo digital”, finaliza.

Saiba mais sobre João Mendes através do site: www.joaomendesmiranda.com.br

Visite também o perfil de João Mendes no Instagram: instagram.com/joaomendesmiranda

 

#tonamidia #joaomendes #empresarioartistico

Você também pode curtir

Carregando....