Amado Basylio
Image default
Pop

Empoderamento feminino é a aposta do novo hit da cantora Bruna Barros

A carioca Bruna Barros tem dando o que falar com a produção de seu novo hit Não me chama de galinha. O título pode assustar alguns mais tradicionalistas, em um primeiro momento, mas, basta ouvir a letra, com um ritmo gostoso ao estilo sambalanço, meio samba, meio pop, na voz de sua interprete para querer mais. Com sua voz doce, porém forte, a música já não sai da cabeça dos seus 87 mil seguidores do Instagram, sem falar do público fiel que a acompanha por seus shows, quando ela dá uma palhinha da novidade que vem por aí. “Não me chama de galinha” é uma forma divertida de falar do respeito às mulheres, da liberdade, do direito a escolha e do empoderamento. O clipe já está pronto, e conta com a participação de Adriana Bombom, Narcisa Tamborideguy, e grande elenco. Será lançado no dia 22 de julho.

Escrita por Marcos Melo, a música foi inspirada em um momento onde Bruna estava com amigos em uma festa, e um rapaz abordou de forma indelicada, junto aos amigos, foi criado o jargão “Ei, não me chama de galinha não!”, daí a oportunidade de transformar em música. Marcos não podia imaginar que a cantora se identificaria tanto com a letra, por vivencia própria e por acompanhar casos de diversas amigas que são julgadas pelos machistas de plantão. O clipe conta com direção de Neves Blue, diretor trans e tem produção musical e arranjos de Mario Coutinho. O resultado é um trabalho leve, harmônico, melodioso e que passa uma mensagem de respeito a todas as mulheres.

Bruna através de suas letras feitas por Marcos Melo, procura abordar temas como o empoderamento feminino e o amor próprio. “Muitos homens ainda se equivocam quando encontram uma mulher livre, empoderada e independente, seja ao esbarrar na noitada, com roupas ousadas, ou nas ruas, antes de a conhecer já intitulam de forma agressiva. Queremos com essa música passar uma mensagem bacana e que divirta. É importante o trato respeitoso com todos, precisamos ser mais leves’, conta Bruna.

A cantora se destaca pela voz e timbre suave. Não somente a voz, mas o repertório juntamente com seu encanto e performance contagia quando a ouvimos cantar. Seu canto não tem medo e acredita no próprio timbre. Artista de alta astral inconfundível, é ousada e destemida, não perdendo, nem por um minuto, o carisma e a emoção em cada canção. Com presença de palco, além deste conjunto de saberes.

Além de músicas autorais, Bruna faz uma releitura de músicas de grande sucesso dos anos 80 é 90 , em ritmo de Sambalanço. Paralelo ao seu novo hit, tem um novo projeto chamado “Sambalanço”, dirigido por Mário Coutinho, composto com o que ele mesmo chama, um mix de sucessos como: Roberto Carlos, Jorge Bem, Tim Maia, Marina Lima entre outros.

De acordo com Mário, eles estão atravessando um momento importante na carreira de Bruna Barros. “A passagem do tempo tem se mostrado generosa com essa excepcional artista, que vem nos presentear com esse novo projeto, o Sambalanço. As músicas autorais Não me chama de Galinha, Sambalanço e Helena de troia, prometem sucesso de crítica e público”, conta o diretor.

#ToNaMidia  #ToNaMidaLive  #Coberturas  #Musica #Entretenimento  #BrunaBarros  #NaoMeChamaDeGalina

Você também pode curtir

Carregando....