Edigar Mão Branca um dos melhores forrozeiros da Bahia

O Alegrador, o Briquiteiro, o Farejador de Festa! Esse é Edgar mão Branca, um dos maiores forrozeiros da Bahia, do Brasil na verdade. Mão Branca é um daqueles que está na lista dos que deveriam ter mais reconhecimento, ser melhor reconhecido, mas em fim é assim que caminha as coisas, infelizmente.

Edigar Evangelista Dos Anjos, o Edgar Mão Branca, filho de Seu Exupério Evangelista dos Anjos e Dona Ridalva Viana Brito, nasceu em 14 de janeiro de 1959, na localidade de Lodo das Jegas, zona rural da cidade de Macarani, no sudoeste baiano. Por sinal, Edgar Mão Branca fez uma música exaltando o local onde ele nasceu.

Ganhou o apelido que hoje é seu nome artístico em virtude do vitiligo que lhe afeta as mãos. Mão Branca é um desses cantores autênticos que defende suas raízes, prova disso foi que recursou convites de gravadoras que teria que inserir músicas modinhas comerciais eu seus trabalhos.

Trabalhou em rádio durante muitos anos produzindo uma série de programas, sempre privilegiando as canções que falavam da alma de seu povo. O trabalho no rádio não o impediu de conduzir sua carreira musical e logo ambos cresceram e o fizeram, dez anos depois, ter que optar entre os dois veículos, é naturalmente música venceu. Venceu também o forró, que ganhou um dos seus maiores defensores e autor do mais alto gabarito.

Mão Branca enveredou para a política foi candidato a deputado Federal em 2006 pelo Partido Verde, não se elegeu, ficou na suplência, a posteriori assumiu o cargo na legislatura de 2007 à 2011. Entre seus projetos, estão o:

O Reconhecimento da profissão de vaqueiro em todo território nacional;

E o que obrigava as emissoras de rádio a informar aos ouvintes os nomes dos compositores das obras musicais executadas em sua programação. Que ninguém cumpre hoje).

Gerou polêmica na câmara porque ao usar o chapéu de couro, o que era proibida no parlamento, logo Mão Branca fez está música: “Deixe Meu Chapéu”.

Edgar Mão Branca tem vários sucessos, entre eles uma que tem algumas regravações e é bem cantada nos festejos, como “Gabiraba”.

Em São Paulo uma música que fez muito sucesso, impulsionada pelos radialistas Mano Véio & Mano Novo, foi “Saojoaozando Pela Bahia”, onde Edgar Mão Branca cita num belo xote mais de 70 cidades de seu estado.

Edgar Mão Branca tem agenda lotada embalando vários eventos na Bahia, levando seu forro “Gonzaguiano”. Não tem como ficar parado quando Mão Branca Entoa. “Nasci pra Ser Vaqueiro e Vou Morrer Vaqueiro”, “Lambida do Boi”, “Briquiteiro”, “Sou mesmo é forrozeiro”. Um dos seus sucessos mais recentes é a música “Coisinha Pra Comer”.

#EdigarMaoBranca #ClaudeLopes70 #SaoJoaozandoPelaBahia #CacarUmaCoisinhaPraComer #ForrozeiroDaBahia #OAlegrador #Briquiteiro #FarejadorDeFesta #LodoDasJegas #MacaraniBA #SaoJoaoDaBahia #FestasJuninas #Gabiraba #DeixeMeuChapeu #ManoVeioeManoNovo

COMPARTILHE
SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Leita também