Search
Close this search box.

Dra. Jéssica Lima comenta sobre o desafio de ser recém formada em medicina fora do país

Conheça um pouco sobre a trajetória de perseverança da “Dra. Arretada” recém formada em medicina no exterior.

Nordestina raiz, nascida e criada em Caruaru-PE e sempre passando suas férias em Maragogi-AL, Jéssica Lima sempre se esforça para manter sempre viva a cultura nordestina por onde quer que esteja.

Para a Dra. Jéssica Lima, sempre foi importante na sua vida profissional atuar de forma humanizada na assistência ao paciente. Mesmo muito nova, Jéssica sempre teve uma visão de futuro. A vontade de empreender surgiu muito antes de cursar medicina, desde do período em que começou a estudar enfermagem. Seu grande desejo de vida seria ser artista, porém quando se deparou com a enfermidade de seu pai e conviver muito com profissionais da saúde se sentiu abraçada por esse seguimento. Então ainda na adolescência, tomou a decisão de seguir na saúde.

Por ser nordestina e sair de casa para fazer medicina no exterior, ela tornou-se para muitos representatividade, determinação e coragem, fazendo acreditar que quando se tem um sonho basta ter perseverança e ir à luta para realizar. A sua dedicação nos estudos e amor por sua região e pela profissão abraçada a fez obter uma certa liderança na universidade, sendo carinhosamente apelidada de “Dra. Arretada“. Enfrentou o desafio de sair de casa em busca de um sonho. Ficou longe de sua família e passou por muitos desafios para se adaptar a uma nova cultura e país, mas nem mesmo as adversidades foram capaz de fazer a Dra. Arretada parar de persistir.

Dra. Jéssica Lima comenta: “Um dos maiores desafios de ser recém formada fora do Brasil seria: A falta de acolhimento e dificuldade de reinserção, muitas vezes até por parte dos próprios profissionais da área da saúde. As vezes acontece situações de preconceito e até falta de empatia que acaba muitas vezes prejudicando nossa readaptação, provocando muitas vezes desânimo”.

Entretanto, apesar das dificuldades encontradas, o amor pela área da saúde sempre a impulsionou e a fortaleceu, fazendo a mesma conquistar a sua tão sonhada graduação.

Ao finalizar a graduação, o indivíduo se encontra no marco zero de diversas possibilidades, já que tem o conhecimento necessário para colocar a vida profissional em prática, mas falta um pré-requisito muito exigido em vagas: experiência” diz o jornal Correio Braziliense. Antes de terminar a faculdade, em busca de experiência, a Dra. Jéssica estagiou em vários hospitais, tanto no Paraguay como também no Brasil e está sempre em busca de um diferencial para melhor poder prestar atenção à saúde.

A nossa Dra. Arretada diz em seu Instagram, que a maior dificuldade não é passar em um vestibular, e sim deixar tudo para trás, enfrentar a saudade. Com seu esforço, ela pode alcançar seus objetivos e realizar seus sonhos, mas, recuperar o tempo perdido com sua família e amigos não será possível. Muitas vezes, ela pensou em desistir, mas sempre soube que não estava sozinha em sua trajetória.

O preço para alcançar seu sonho foi muito alto, e por isso ela quer valorizar cada minuto. A Dra. Jéssica, sempre foi esforçada e deu tudo de si para conseguir seu tão sonhado diploma. E agora, finalmente poderá por em prática tudo que aprendeu e fazer com que cada sacrifício tenha valido a pena. Ela está representando muito a força do nosso povo nordestino e provando que não existem limites que não possam ser ultrapassados e conquistados, pois com humildade e perseverança você pode conquistar tudo que deseja.

Ainda não estou acostumada com as pessoas me chamando a todo tempo de Dra. Jéssica Lima, parece que estou sonhando, obrigada meu Deus por tudo isso! Agora a luta maior é poder voltar pra minha região”, finaliza.

Acompanhe as redes sócias de Jéssica Lima, a nossa “Dra. Arretada.
>> Instagram: @jessicalimacofc

 

#ToNaMidia #SuaImprensa #DraJesseicaLima #DraArretada

COMPARTILHE
SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Leita também

a) Cole no código-fonte do seu site, próximo à parte inferior, pouco antes, ex: da mesma forma que você insere o script/código do google analytics. b) Caso você esteja usando banners, você também precisa adicionar a tag: