Search
Close this search box.

DAY LIMNS eleva o Pop/Rock Brasileiro com o lançamento de “VÊNUS≠netuno”

Trazendo à toda sua verdade e vulnerabilidade, DAY LIMNS lança nesta terça-feira, 14, seu aguardado segundo álbum de estúdio, “VÊNUS≠netuno“, uma obra inovadora que promete redefinir o cenário do pop/rock brasileiro. O álbum é uma jornada emocional que traça um paralelo entre complexidade das relações humanas, abordando temas como dualidade, sacralidade, pecado e redenção.

“VÊNUS≠netuno” trata da dificuldade de conciliar a relação entre o terreno e o espiritual, o sacro e o profano, o bem e o mal etc, mas com a eterna tentativa de fazer dar certo. Segundo a artista, “VÊNUS≠netuno” é alguém obcecado por romantizar, idealiza quem ama a ponto de colocá-la num pedestal, atribuindo a essa pessoa a importância “de um deus”, (no nosso caso – deusa) e que, quando de frente com a realidade nua e crua, encontra verdadeiras dificuldades para enfrentá-la ou simplesmente aceitá-la como é, levando à desilusão.

“VÊNUS≠netuno” é uma jornada de auto libertação, carregada de raiva, paixão e uma pitada de inocência de seus trabalhos anteriores. Para DAY, esse disco representa o exorcismo de sentimentos que a devoravam, como o da “culpa de nunca ser o suficiente”, que ela foi ensinada a sentir por tanto tempo em sua vivência na igreja.

“Estava tudo muito à flor da pele e a culpa foi desencadeada. Não me fizeram sentir assim, mas reagi baseada na minha vivência. Pensava: ‘Eu era muito ruim, eu sou um lixo, uma cruz para aquela pessoa’. Percebi que a minha necessidade de endeusar alguém vinha muito desse lugar, de crescer precisando de salvação.”, explica DAY LIMNS.

Vulnerabilização

Para o projeto, DAY LIMNS mergulha firme nas próprias sensações, abrindo feridas na intenção de se curar. Ao lado dos cinco vezes indicados ao Grammy Latino, Los Brasileros, a cantora conta com DMAX e Isadora Sartor como produtores do projeto, além de compositoras como Carolzinha e Jenni Mosello que contribuem muito para o pop brasileiro.

Investindo em uma sonoridade mais forte e elementos mais dark, “VÊNUS≠netuno” mostra uma DAY potente, tanto em suas letras, quanto nas músicas em si, provando o clamor da artista ao mostrar seus sentimentos.

“Tive a ideia de falar sobre o relacionamento da perspectiva de alguém que viveu na igreja por muito tempo. Tratando essa pessoa como se fosse uma deusa mesmo, uma coisa romântica e idealista. O resultado de colocar alguém no pedestal é que você se sente inferior. É uma expectativa irreal e injusta que você coloca na pessoa e que ela nunca vai atingir porque é tão humana quanto você”, diz DAY.

Parcerias
DAY LIMNS escolheu cuidadosamente seus colaboradores para trazer perspectivas nunca antes vistas em cada faixa do projeto. Na já lançada “CINZEIRO”, a artista se une a FROID, uma figura proeminente na cena musical urbana, que emprestou seu talento a uma composição instigante. Conhecidas por sua imponência e letras fortes, Hyperanhas une forças com DAY LIMNS em “APOCALÍPTKA”, faixa que captura a essência de um apocalipse iminente, criando uma experiência musical inesquecível.

Lançado junto a audiovisual dirigido por GAFE, conhecido por seu trabalho icônico em “Doce 22”, de Luísa Sonza, “VÊNUS≠netuno” será apresentado por meio de visualizers envolventes, criando uma jornada visual que complementa a música.

O novo álbum é um divisor de águas na carreira da cantora, fundindo diversos gêneros musicais e uma visão artística profunda.

Conheça as faixas:
KÁLICE: Uma introdução agressiva que abraça os próprios defeitos e demônios, explorando a falta de limites e como essa característica deixa uma marca nas pessoas.

VERMELHO FAROL: Uma faixa quente que expressa desejo e paixão reprimidos ao longo da vida, com uma construção musical envolvente.

CACOS: Uma música que faz referências a um trabalho anterior de DAY, mantendo um enigma para os ouvintes. É uma exploração da ilusão e instabilidade nas relações.

EGOÍSTA: Uma zona de conforto romântica e desiludida que expressa a negação após um término, quando a pessoa não consegue aceitar o fim do relacionamento.

MÁS CARAS: Uma reflexão sobre a falta de alguém e a esperança de que essa pessoa volte um dia, ilustrando a dualidade das emoções.

MINHA RELIGIÃO: Uma faixa que mostra os pecados e a aceitação na relação, mas também a expectativa irreal que sobrecarrega o outro.

FIEL: Uma das músicas mais impactantes do álbum, que explora a culpa por não ser perfeito o suficiente e não merecer o amor da outra pessoa.

ANJO CAÍDO: Uma música que traz uma visão mais madura dos acontecimentos na relação, reconhecendo as imperfeições de ambas as partes.

CINZEIRO: Uma reflexão sobre a dualidade nas relações, onde as pessoas querem coisas parecidas, mas agem de maneiras diferentes, ilustrando a complexidade das interações humanas.

PURGATÓRIO: Uma faixa que explora a sensação de expulsão do paraíso e a aceitação da culpa, servindo como um grito de protesto contra a exclusão.

APOCALÍPTKA: Uma faixa que captura a sensação de liberdade ao realizar ações consideradas profanas e impuras, com a participação de Hyperanhas: Andressinha e Nath.

NIRVANA: Uma faixa que encerra o álbum com a esperança de viver novas experiências, mesmo após desilusões.

Sobre o álbum
“VÊNUS≠netuno” representa um marco na carreira de DAY LIMNS, misturando gêneros musicais de forma inovadora. O álbum conta com colaborações especiais de FROID e Hyperanhas, trazendo perspectivas únicas a cada faixa. Os produtores Los Brasileros, DMAX e Isadora Sartor deram vida a essa jornada sonora, enquanto o videoclipe do álbum, dirigido por GAFE, complementa a experiência visual.

DAY LIMNS, um dos principais nomes do POP Underground, convida os entusiastas da música a se entregarem a esta jornada emocional através de “VÊNUS≠netuno”. Com milhões de seguidores nas redes sociais, dezenas de milhões de visualizações no YouTube e streams em alta, DAY LIMNS continua a moldar o cenário musical brasileiro com sua inovação e autenticidade.

#tonamidia #claudelopes70 #daylimns #venusnetuno

COMPARTILHE
SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Leita também

a) Cole no código-fonte do seu site, próximo à parte inferior, pouco antes, ex: da mesma forma que você insere o script/código do google analytics. b) Caso você esteja usando banners, você também precisa adicionar a tag: