Suas Músicas em Todas as Plataformas Digitiais
Image default
Forró

Cantora e multi-instrumentista, Isabela Serpa lança primeiro trabalho autoral

Mesmo em isolamento social, o mercado da música não para. Com a cantora e multi-instrumentista Isabela Serpa não foi diferente. A cearense lançou nesta quarta-feira (17) seu primeiro trabalho autoral. O single, que recebeu o título de ‘Só Brincou De Me Amar’, é o pontapé inicial de Isabela Serpa como compositora, e já está disponível em todas as plataformas digitais.

‘Só Brincou De Me Amar’ é uma composição de Isabela em parceria com Léo Carvalho. O hit ganhou a versão em videoclipe e pode ser conferido no canal oficial da cantora no You Tube. O trabalho conta com a participação do cantor Diego Facó que, na trama, faz par romântico com Isabela. A produção musical é de Messias Santiago e a direção foi de Jailton Branco e Johnny Almeida da Javis Filmes.

 

SOBRE ISABELA SERPA
Com o mercado da música cada vez mais exigente, os profissionais versáteis são os que se mais se destacam no meio musical. É com essa carta na manga que Isabela Serpa chega como nova promessa do forró. Cantora, multi-instrumentista e dando primeiros passos como compositora, Isabela canta e encanta com sua voz singular e uma interpretação no palco cheia de sentimentos.

Aos sete anos de idade começou aulas de canto. Aprendeu a tocar flauta, violino; é autodidata em violão, mas foi no acordeon, instrumento tocado pelos ídolos Luiz Gonzaga e Dominguinhos, que ela se encontrou. Aos 16 anos ganhou a primeira sanfona e, desde então, leva ao público forrozeiro alegria e cultura através do seu amor pela música.

Aos 17 anos, estreou a carreira profissional em grande estilo, no São João de Maracanaú, uma das festas juninas mais importantes e tradicionais do Nordeste, para um público de quase 80 mil pessoas. De lá pra cá, recebeu convites e dividiu o palco com artistas famosos como, por exemplo,  o sertanejo Daniel.

Ainda em 2017, Isabela Serpa fez parte do premiado documentário do O Boticário em homenagem ao “Rei do Baião”, Luiz Gonzaga: a Orquestra Sanfônica de Exu (Pernambuco). O projeto estrelado por Lucy Alves, Targino Gondim, Luizinho Calixto e Joquinha Gonzaga foi premiado no MAA Worldwide Globes 2018 com Ouro na categoria Best Digital Campaing e Bronze na Best Marketing Discipline Campaing.

Outros nomes da música popular brasileira, como Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo, são inspirações para Isabela, que é cearense, natural de Fortaleza. O bom gosto musical vem do pai, que também é músico. Atualmente, com 20 anos de idade, Isabele se divide entre os estudos e a carreira. A cantora faz duas faculdades: de Música e de Publicidade e Propaganda e aposta no processo de educação continuada trabalhando na formação e expansão de plateias.

SÓ BRINCOU DE ME AMAR
Composição: Isabela Serpa e Léo Carvalho

Vou jogar no lixo toda nossa história de amor
Pra não lembrar da gente
Faço tudo que preciso for

Acabou, então não era amor
Não era amor
Tranquei a porta do meu coração
Joguei a chave fora
E nunca na sua vida
Você vai me ter de volta

Só brincou
De me amar
Te de o meu coração
Mas você não soube cuidar

So brincou
De me amar
Eu amei, eu tentei, eu cuidei
Fiz tudo por nós dois
Acabou, acabou

#ToNaMidia #IsabelaSerpa #TrabalhoAutoral

Você também pode curtir

Carregando....