Search
Close this search box.

Cantora e compositora baiana Karol Freitas lança seu primeiro EP “Refúgio”

A cantora e compositora baiana Karol Freitas se prepara para lançar seu primeiro EP, intitulado “Refúgio”. Assim como o single homônimo de estreia, lançado em março de 2021, o novo trabalho da artista faz um convite às pessoas para se libertarem das amarras sociais e, assim como a cantora se descobriu na música, despertarem para o seu lugar no mundo, encontrarem seu próprio refúgio. O EP possui cinco músicas autorais e apresenta um mix de sonoridades afrobrasileiras: com Samba, MPB, Bossa Nova,  Ijexá e uma faixa bônus de Forró com participação de Targino Gondim. O álbum estará disponível em todas as plataformas digitais no dia 10 de dezembro e o lançamento contará com uma live da cantora com convidados, comentando sobre o processo de criação e os desafios da produção independente na música, que pode ser acompanhado através do instagram @soukarolfreitas.

Em processo de construção desde o ano de 2017, quando as canções começaram a ser escritas, principalmente em razão da transição profissional de Karol que, insatisfeita com a advocacia e cheia de sonhos, passou a traduzir em música suas emoções, o EP também é fruto da descoberta e amadurecimento da artista enquanto compositora. Assim como outros trabalhos já lançados por Karol Freitas, “Refúgio” também conta com faixas elaboradas em coautoria com o multinstrumentista e produtor musical Felipe Guedes e o cantor Ian Lasserre, seus maiores parceiros até aqui.

Em suas canções, Karol, cujo trabalho traz influências de nomes como Dorival Caymmi, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Maria Bethânia, Gal Costa e mestras do samba de roda da Bahia, como Dona Dalva Damiana, Dona Edith do Prato e a feirense Dona Chica do Pandeiro, aposta na mistura de musicalidades. Mais uma prova de que não precisamos seguir apenas um padrão e que fazer música também é, para ela, sinônimo de liberdade.

Durante estes quatro anos, o álbum foi gravado de forma totalmente independente, no Gato Preto Estúdio, em Feira de Santana, e finalizado com o auxílio de uma campanha de financiamento coletivo – o que demonstra, de longe, as dificuldades que artistas independentes têm de se lançar no mercado. Além das cinco músicas autorais, o EP conta com uma faixa bônus, “Forró Agarradinho”, única composição que não é de autoria da cantora. O xote, lançado em junho, tem composição dos artistas Bel da Bonita e Jorge Dyra, e é interpretado por Karol Freitas com participação especial do forrozeiro Targino Gondim. Para concretizar seu projeto, Karol Freitas contou com a direção musical, mixagem e masterização do produtor musical Dinho Filho, além de outros instrumentistas parceiros.

“Talvez eu já não seja a mesma de quando essas canções foram feitas ou gravadas, mas elas fazem parte de mim, da minha história, que é plural e, ao mesmo tempo, tão singular. O propósito da obra continua o mesmo, convidar as pessoas a refletirem e encontrarem seu refúgio, desengavetarem projetos, sentimentos, aceitarem suas imperfeições e abraçarem a melhor versão de si mesmas”, afirma Karol.

#ToNaMidia #ClaudeLopes #KarolFreitas #EPRefugio

COMPARTILHE
SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Leita também

a) Cole no código-fonte do seu site, próximo à parte inferior, pouco antes, ex: da mesma forma que você insere o script/código do google analytics. b) Caso você esteja usando banners, você também precisa adicionar a tag: