Search
Close this search box.

“Biturados” Biblioteca Luiz de Bessa traz MPB, comédia e Literatura de Cordel

Estreia no sábado, dia 05 de agosto, às 19:30h, no teatro da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa – Praça da Liberdade, 21 – em Belo Horizonte, o espetáculo “BITURADOS” da E-Hub Cultural. “BITURADOS” une música no estilo MPB com comédia “Sand Up” e declamação de Literatura de Cordel com habilidade e engenhosidade suficientes para gerar um show fluido e orgânico.

A Mistura de um repertório musical de bom gosto; de execução intimista e refinada; com estórias contadas na modalidade de comédia Stand Up; destilação de muito humor; alto astral e encenação teatral com declamação de poema inspirado na Literatura de Cordel é a grande aposta desse espetáculo inédito.

O espetáculo do dia 05 (estreia) terá entrada franca, mediante prévia aquisição de ingresso pelo Link: . Nos dias 12, 19 e 26 de agosto. O espetáculo, de música, poesia e humor, em sua primeira temporada, tem a direção do maestro João Jorge de Almeida Soares que, além da direção, também atua numa apresentação de comédia com Marcos Biaggi, acompanhado de Cadu de Andrade e Murilo Barbosa (voz e piano) e Raul Saborytta (Literatura de Cordel).

Saiba mais sobre o Elenco:
CADU DE ANDRADE
Cantor, compositor e professor, considerado por ninguém menos que a consagrada cantora Maria Bethânia, uma das principais vozes da nova geração. Através dos seus vários shows e apresentações, Cadu de Andrade vem cantando e encantando os Estados Unidos, Brasil e Europa há 27 anos.
Ele acaba de lançar o álbum “Há de surgir” e está em turnê.

RAUL SABORYTTA
Poeta, privilegiado pela voz, fazendo dela um instrumento de trabalho eficaz como locutor e mestre de cerimônia. Formado em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais, durante a graduação, foi premiado na França pelo seu trabalho em defesa dos Direitos Humanos e o direito à cidade. Em 2017 representou o Brasil em Paris a convite do Instituto Francês.

JOÃO JORGE
Maestro, foi por muitos anos maestro de orquestra sinfônica e durante o exercício dessa atividade, regeu diversos concertos e óperas. Em 2002 regeu no Palácio das Artes, em Belo Horizonte, a ópera “O Sertão” de autoria do compositor francês Fernand Jouteux. João Jorge teve o privilégio de ver o seu filme “Ligação”, tornar-se finalista no Festival Internacional de Cinema no Reino Unido.

#ToNaMidia #ClaudeLopes70 #CaduAndrade

COMPARTILHE
SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Leita também

a) Cole no código-fonte do seu site, próximo à parte inferior, pouco antes, ex: da mesma forma que você insere o script/código do google analytics. b) Caso você esteja usando banners, você também precisa adicionar a tag: