Search
Close this search box.

Banda virtual brasileira CriaZ do Bit critica a indústria musical “Isso Não É Hit”

CriaZ do Bit, primeira banda virtual brasileira que conta com nomes como Pablo Bispo e Ruxell, produtores e compositores responsáveis por alguns dos maiores sucessos de Anitta, Gloria Groove, Ludmilla, IZA, Pabllo Vittar e Pedro Sampaio, na produção musical, lança o seu mais novo single: “Isso Não É Hit”. A faixa chega acompanhada de um lyric video. CriaZ do Bit é formada pelos personagens Alice, Caramelo e Tilt. Quem dá vida aos personagens é o próprio Pablo Bispo, como Caramelo (um cão que é MC), a cantora Thamy Mangia como a humana Alice, e Sabrina Azevedo como a robô Tilt.

Com uma letra divertida e ácida, “Isso Não É Hit” traz uma mistura de funk e rock com um refrão “grudento” (como, ironicamente, todo bom hit deve ter): “E eu cantei pra ela e ela disse / Isso não é hit / Isso não é hit e ninguém vai gostar”. Esta faixa é o segundo lançamento do projeto CriaZ do Bit, sucedendo o EP “Faya Baby”, lançado no final de outubro e que trouxe duas faixas: “Faya Baby” e “Olho do Furacão”. 

“Quando eu e Pablo nos juntamos pra criar ‘Isso Não É Hit’, foi um sentimento muito maneiro de ser resgatado, pois tivemos grandes inspirações em bandas que a gente já consumia na nossa adolescência como Mamonas Assassinas, Raimundos e Smash Mouth”, conta Ruxell. “A gente acha que misturar o baile funk com o rock pode trazer uma sensação subversiva de uma nova estética sonora, fortalecendo ainda mais a inovação que o CriaZ do Bit vem propondo na música urbana e esperamos que, no mínimo, as pessoas se divirtam e deem boas risadas com algumas brincadeiras que fizemos com a indústria da música”, completa o produtor reconhecido no universo do rap e do funk, que já desenvolveu trabalhos com grandes nomes da música brasileira como Anitta, IZA, Lexa e Rashid.

“Na letra, a gente quis fazer uma crítica à toda indústria da música, de gravadoras, empresários, aos próprios artistas, todo mundo que está em volta e que pensa que a música se resume a um hit”, afirma Pablo Bispo. “Em função do hit, todo mundo fica meio blindado de ser feliz, de fazer o que ama, porque estão todos nessa loucura de achar uma parada que não depende da gente. Então a gente quis criticar e expor essa realidade de uma forma ácida e bem humorada. Nós recebemos guias de artistas de vários lugares de um determinado gênero e a galera, antes de mandar o material, já fala ‘isso é hit, isso é hit’, sem a música ter saído. Então você não tem como saber, né?”, completa o produtor musical e compositor que conta com mais de vinte bilhões de plays em suas criações.

O projeto CriaZ do Bit conta com estratégia de marketing musical e distribuição digital feita pela aceleradora Atabaque e foi desenvolvido como um conceito inovador no território nacional, explorando as fronteiras entre cultura e tecnologia, trazendo o que há de mais novo no mundo da música. “Isso Não É Hit” chega acompanhada de um lyric video desenvolvido por uma equipe de modeladores e animadores 3D que também fazem parte da empresa gaúcha Little Devil Company, feito na plataforma “Unreal Engine”.

Em um mês de lançamento do seu EP de estreia, “Faya Baby”, o CriaZ já soma aproximadamente mais de 100 mil ouvintes mensais apenas no Spotify. Além disso, os clipes das duas faixas já acumulam mais de 1 milhão de views apenas no YouTube e o conteúdo das redes sociais combinadas da banda somam mais de 3 milhões de views até o momento.

O idealizador do projeto, João Luccas Caracas, do estúdio criativo de bandas e narrativas digitais Drywet, explica a ideia do vídeo: “Para o lançamento de “Isso Não É Hit”, levamos os CriaZ do Bit ao espaço, cenário principal da jornada da banda. Eles param para reabastecer a nave e aproveitam para comer em uma cafeteria ao estilo dos anos 50 americanos, onde realizam uma performance da música. Desta vez, a ênfase é na banda tocando para um pequeno e desinteressado público, refletindo a realidade de muitos artistas no início de suas carreiras, algo que eu já vivenciei. Acredito que, independentemente do tamanho ou interesse do público, o artista deve sempre se esforçar para dar o seu melhor, como se estivesse diante de um estádio lotado.  De certa forma, tentamos passar essa mensagem”, completa.

Este é apenas o início da jornada do CriaZ do Bit e muitas novidades estão chegando. João adianta: “Os planos futuros para os CriaZ incluem desenvolver ainda mais a narrativa de suas missões e lançar novas músicas que misturam gêneros de maneira inusitada, mantendo sempre o elemento surpresa, ousadia e a diversão nas letras”, finaliza.

CriaZ do Bit
Era uma noite como outra qualquer quando Alice encontrou uma luz enigmática em um beco da cidade. Essa luz revelou um cão com olhos cheios de histórias intergalácticas: Caramelo. Juntos, começaram a elaborar sonhos grandiosos unidos por sua paixão em comum: a música.

Sentindo a necessidade de aprimorar seu som, se inspiraram nas relíquias do ferro-velho do avô de Alice, dando vida a Tilt, uma maravilha mecânica que pulsa com ritmo. Tilt não é apenas uma máquina, mas a representação viva de sua união e amizade.

Com Tilt ao seu lado, o trio se aventura por palcos universo afora, ganhando reconhecimento em todo o cosmos. Enfrentam desafios, rivais e a própria natureza de serem de mundos distintos. No entanto, sempre retornam ao essencial: sua amizade e a música que os uniu, mostrando que a harmonia pode ressoar através de universo

#tonamidia #claudelopes70 #criazdobit #pablobispoeRuxell

COMPARTILHE
SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Leita também

a) Cole no código-fonte do seu site, próximo à parte inferior, pouco antes, ex: da mesma forma que você insere o script/código do google analytics. b) Caso você esteja usando banners, você também precisa adicionar a tag: